Saúde e Higiene oral: previna as doenças orais

As doenças orais, como as cáries dentárias e as doenças periodontais, são um sério problema de saúde pública, uma vez que afetam grande parte da população, influenciam os seus níveis de saúde, de bem-estar e de qualidade de vida.

 

A higiene oral é fundamental para a prevenção destas condições.

 

Tal como na pele e intestino, também na boca existem bactérias em permanência, sob a forma de uma película transparente na superfície dos dentes e gengivas, a placa bacteriana.

De consistência mole, é facilmente removida com a ajuda da escova de dentes e do fio dentário. Também a saliva constitui uma barreira, na medida em que contém enzimas que destroem as bactérias.

 

Na falta de higiene oral, a placa bacteriana acaba por endurecer, dando origem ao tártaro, sendo que as bactérias permanecem mais tempo na boca. Estas utilizam alguns nutrientes, sobretudo os açúcares, produzindo ácidos que contribuem para a desmineralização dos dentes.

 

A acção consecutiva destes ácidos resulta na deterioração do esmalte e eventualmente o surgimento de cáries. As gengivas também sofrem: ficam vermelhas, inchadas e sangram, fenómeno que se denomina de gengivite.

 

 

Têm sido desenvolvidos vários estudos que relacionam a saúde oral com algumas patologias graves, nomeadamente com as do foro cardiovascular, ainda que a relação exacta permaneça por estabelecer.

 

Entre as principais afeções da cavidade oral destacam-se: cáries, halitose (mau hálito), gengivite e periodontite, sensibilidade dentária, aftas e xerostomia (boca seca).

 

A prevalência de problemas da cavidade oral é ainda bastante elevada: segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), 60 a 90% das crianças em idade escolar e quase 100% dos adultos têm cáries; a doença periodontal severa que pode ter como consequência a perda de dentes, afeta 15 a 20% dos adultos entre os 35 e os 45 anos, e cerca de 35% da população entre os 65 e os 74 anos não tem dentes naturais.

 

Mas afinal, o que é a higiene oral?

A higiene oral consiste num conjunto de comportamentos que devem ser adoptados, para manter a boca saudável:

 

- Escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia, durante dois minutos e não comer nas duas horas após a escovagem, sendo que uma destas escovagens deve ser antes de se deitar;

 

Segundo a Direcção Geral de Saúde, uma correcta escovagem dos dentes deverá seguir os seguintes passos:

  1. Colocar o dentífrico fluoretado (utilizar dentífrico com fluoreto 1000-1500 ppm que remove a placa bacteriana e promove a remineralização dos dentes, tornando-os mais resistentes) na escova.
  2. Inclinar a escova em direcção à gengiva e fazer pequenos movimentos vibratórios horizontais ou circulares com pouca pressão.
  3. Escovar 2 dentes de cada vez, fazendo aproximadamente 10 movimentos (ou 5 no caso de crianças até aos 6 anos).
  4. Escovar com uma sequência: começar pela superfície externa (do lado da bochecha) do último dente de um dos maxilares e continuar a escovar até atingir o último dente do lado oposto.
  5. Escovar as superfícies do lado da língua com a mesma sequência.
  6. Proceder do mesmo modo no outro maxilar.
  7. Escovar as superfícies mastigatórias dos dentes com movimentos de vaivém.
  8. Por fim, pode escovar-se a língua e cuspir o excesso de dentífrico, sem bochechar com água. Assim, os fluoretos do dentífrico actuam mais tempo sobre os dentes.

 

- Utilizar uma escova de dentes adequada, que deve ser substituída de três em três meses;

 

- Utilizar fio dentário diariamente, de modo a remover restos de alimentos e bactérias dos espaços que existem entre os dentes e entre estes e as gengivas (o fio dentário deve ser usado antes da escovagem para que a ação protetora do dentífrico seja mais prolongada);

 

- Fazer refeições equilibradas, com diminuição da quantidade e frequência de ingestão de açúcar;

 

- Restringir o consumo de tabaco e álcool;

 

- Visitar regularmente o dentista (idealmente de seis em seis meses, mas nunca deixar espaçar mais de um ano) e aconselhar-se com um profissional de saúde sobre quais os produtos mais adequados para uma correta higiene oral.

 

Conselhos My Pharma Spot:

Opte por uma escova de dentes suave, que não fira as gengivas, como a Elgydium Clinic Escova de DentesSuave 15/100 - Ref: 6695965.

A escolha do dentífrico deverá ser adequada aos seus dentes e boca: se tem dentes sensíveis, deverá utilizar uma pasta dentífrica e elixir para dentes sensíveis como o Bexident dentes sensiveis pasta75ml, Ref: 6575894 e Bexident Dentes Sensíveis Colutório - 250 ml, Ref: 6575910.

No caso de padecer de gengivas sensíveis com tendência a sangramento, vai ver que o uso regular de Parodontax Original protecção para gengivas pasta dentífrica - 75 ml, Ref: 6347179 vai fazer toda a diferença. Se não gostar do sabor, pode sempre optar pela Parodontax Extra Fresh pastadentífrica - 75 ml, Ref: 6347187.

Complemente o tratamento com o colutório Parodontax Colutório de uso diário 0,06% - 500 ml, Ref: 6933226.

O Elgydium Prevenção Cáries - 75ml,Ref: 6593772 deverá ser usado em casos de tendência para cáries, mas nunca substitui uma consulta o seu dentista!

Se tem como objectivo branquear os dentes, recorra a tratamentos específicos como o Vitis Whitening pasta dentífrica branqueadora - 100 ml, Ref: 6922716 e Vitis Whitening colutório branqueador - 500 ml, Ref: 6934679.

No caso de procurar uma pasta dentífrica geral, saiba que a Apivita Pasta dentes Total - 75 ml, Ref: 6336164 é a escolha ideal, com ativos naturais.

Complete a sua rotina diária com o uso de fio dentário: Sensodyne fio dentário expansivo -50 m, Ref: 6777912. No caso de ter espaços interdentários um pouco mais espaçados, onde sente que a comida fica alojada após cada refeição, não recorra ao típico palito, pois este danifica o esmalte.

Use antes escovilhões, como Interprox Plus SuperMicro escovilhões interdentários 0,7 mm - 6 escovilhões, Ref: 6115501. Estes têm diferentes tamanhos, pelo que deverá encontrar o ideal para si.

Outras patologias orais comuns e tratáveis são então a halitose (mau hálito), que surge devido à produção de gás por parte das bactérias que se encontram na placa bacteriana.

 

Nestes casos, pode utilizar, para além da rotina de higiene oral, o spray Halitaspray oral - aroma a menta - 15 ml, Ref: 6802520ou aHalita escova de limpeza lingual- 1 unidade, Ref: 6794602. Ambas removem as bactérias responsáveis pelo mau odor, uma de forma química e outra de forma física, respetivamente.

A xerostomia (boca seca), é normalmente resultado de factores externos, como fármacos ou outros tratamentos. O Dentaid Xeros spray oral hidratante - 15 ml, Ref: 6875104, estimula a secreção natural de saliva e reduz este problema.

  

Fontes:

- Direcção Geral de Saúde em: https://www.dgs.pt/ficheiros-de-upload-1/saude-oral-folheto-escovagem-imprimir-pdf.aspx

- Ministério da Saúde em: https://www.saudeoral.min-saude.pt/pnpso/public/index.jsp

 

Deixe a tua opnião, spotter

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados

Shop now

You can use this element to add a quote, content...